www.caminha2000.com - Jornal Digital Regional - - Semanário - Director: Luís Almeida

1ª Pág.
Cultura
Desporto
Óbitos
Política
Pescas
Roteiro
Ficha Técnica
Edições C@2000
Assinaturas
Email

Já se encontra patente ao público a exposição de desenho, ilustração e pintura de Alves da Silva

"O desenho é a "minha praia". A pintura é uma experiência mais recente. (…) Para encontrar algum equilíbrio interior sinto uma grande necessidade de desenhar e, muitas vezes, de pintar.", Alves da Silva

Abriu a 8 de Novembro ao público, no foyer da Casa das Artes concelhia, a exposição de desenho, ilustração e pintura do artista multifacetado António Alves Soares da Silva.

Com formação na área das artes, lecionou desenho de representação e de figura humana na ESAP, dedicando-se simultaneamente à sua atividade profissional de designer gráfico e fotógrafo.

A pintura é a sua descoberta mais recente (só há 2/3 anos é que a tem levado mais a sério) e apoia-se nela para atingir o equilíbrio emocional, retratando através da mesma o seu estado de espírito - "pinto quando estou aborrecido; quando estou feliz por algum motivo; quando quero receber ou dar carinho…normalmente pinto o meu estado de espírito. Se há alguma coisa que não está bem, recolho-me e as coisas vão aparecendo", atira.

Na sua opinião a exposição agora patente não deverá ser considerada uma exposição e sim uma mostra, por não ter uma temática e ser a reunião de obras que tem em seu poder. Trabalhos realizados desde os anos 80/90 até agora. "De certa forma esta exposição resulta da pressão de amigos que muito insistiram para eu apresentar os meus trabalhos. São todos diferentes porque não exerço uma atividade continuada. É uma atividade constante mas não contínua", refere explicando o porquê das obras muitas vezes não terem qualquer tipo de ligação entre elas.

Alves da Silva admite que ainda se encontra a "explorar a pintura", no entanto afirma que o material preferido para a realização das suas obras é o acrílico, por ser muito impaciente e gostar de concluir rapidamente as obras. Já técnica, também diz não ter nenhuma em específico - "Corre bem, corre bem….se não corre, pinto por cima" . Em relação às cores diz render-se muitas vezes aos azuis, mas não assume ter uma preferida, pois "todas têm uma razão e o seu lugar".

Com grande respeito pelo desenho (a maior parte das suas pinturas resultam de desenhos elaborados por si) diz que a pintura será para continuar e que as próximas obras que fizer vão ser "sempre fruto de uma consequência e não a motivação".

De todas as obras expostas a sua preferida é "O Dia do Pai". Um quadro que na sua ótica reflete exatamente aquilo em que estava a pensar quando o esboçou - a ideia de que um homem só estará verdadeiramente completo quando tiver um filho, plantar uma árvore e escrever um livro.

Fã de Picasso, este artista fortemente influenciado pelo desenho e linguagem gráfica, deixará o público arcuense apreciar as suas obras até ao próximo dia 6 de Janeiro, dia em que termina esta sua primeira exposição individual.

Municipio de Arcos de Valdevez


Atividades de Novembro

TEATRO/ COMÉDIA/ IMPROVISO:

2 de Novembro
sexta às 22h30
Auditório da Casa das Artes

COMÉDIA 3D
Com Hugo Sousa, João Seabra e Miguel Sete Estacas
pré-venda e reserva de bilhetes a partir de 29 de Outubro, preço único: €5,00
Espetáculo de comédia, interpretado por Hugo Sousa, João Seabra e Miguel Sete Estacas.
3 Comediantes, 3 bigodes, 3 conceitos diferentes de humor, com momentos em que os espectadores vão pensar que os artistas saíram mesmo da tela. O que é verdade porque se reparar bem, eles estarão no palco ou sentados ao seu lado a roubar-lhe as pipocas.
Para assistir a este show, é aconselhado o uso de óculos, caso sofra de miopia ou problema similar.
Sketches, improviso, stand-up comedy e outros tipos de comédia que ainda não têm nome.
Hilariante!

MÚSICA/ POP ROCK:

3 de Novembro
sábado às 22h30
Auditório da Casa das Artes

X-WIFE
Tour "10 Anos / 10 Convidados / 10 Singles / 10 Salas"
pré-venda e reserva de bilhetes a partir de 29 de Outubro, preço único: €6,00
Em 2012, os X-Wife celebram dez anos de carreira. Dez anos marcados por centenas de concertos e pela fidelização de milhares de apreciadores de um universo musical consistente e inovador que mistura influências que vão desde o disco ao pós-punk, passando pelo rock e a eletrónica. Desde o primeiro EP da banda, "Rockin'Rio", de 2003, até ao último trabalho editado em 2011, "Infectious Affectional", os X-Wife conseguiram recriar e adaptar o seu mundo musical às novas tendências sem desbaratar a sua marca inconfundível que já deu cartas também a nível internacional, nomeadamente nos Estados Unidos, Espanha e Itália. 10 Anos / 10 Convidados / 10 Singles / 10 Salas. Esta é a experiência que a banda pretende repetir no último trimestre deste ano. Tocar temas de cada álbum a serem enriquecidos pela voz de alguns convidados muito especiais. Durante o espetáculo, entre outras projeções, teremos oportunidade de ver e ouvir alguns depoimentos de figuras que marcaram a carreira da banda desde da sua formação.
Para além do concerto, João Vieira, Rui Maia e Fernando Sousa, pretendem realizar um DJ set cheio de energia no final do concerto para o público, que decorrerá no Bar da Casa das Artes arcuense. Como tal, prometem marcar a diferença, por não se resumir só ao concerto. A música continuará pela noite dentro!

MÚSICA/ NOVAS TENDÊNCIAS:

3 de Novembro
sábado a partir das 23h59
Foyer/Bar da Casa das Artes

"ARTES E DEPOIS"
O evento sucessor do afamado "Artes Eletrónicas" aporta um novo vigor, sendo espelho das tendências e vertentes da música de base eletrónica.
Nesta edição estarão João Vieira, Rui Maia e Fernando Sousa, dos X-Wife, para uma noite única de celebração musical!

TEATRO/ POPULAR:

9 de Novembro
sexta às 22h00
Auditório da Casa das Artes

"A CULPA É DA SOGRA"
pela Associação de Teatro "O Couteiro" (Associação Unidos do Couto)
pré-venda e reserva de bilhetes a partir de 5 de Novembro, preço único: €2,00
Trata-se de uma história que se desenvolve numa audiência de tribunal, na qual é figura principal um tal Jacinto. Ali, ele é julgado por pretensa agressão à sua sogra. A peça tem características cómicas e tem a intervenção de vários protagonistas que são as testemunhas de defesa e de acusação, bem como os elementos judiciais, juiz, secretário e advogados. Sempre num tom que pretende divertir o público, e com alguma "brejeirice", a peça, da autoria do arcuense e ex-emigrante Victor Fernandes, é interpretada por amadores que pertencem à Associação Unidos do Couto, representando uma abordagem descomprometida e popular, mas arguta, sobre as vivências humanas e sobre a própria sociedade.

MÚSICA/ BLUES/ ROCK/ CINEMA:

10 de Novembro
sábado às 22h30
Auditório da Casa das Artes

THE LEGENDARY TIGERMAN E RITA REDSHOES
Cine-concerto do filme de Rodrigo Areias "ESTRADA DE PALHA"
pré-venda e reserva de bilhetes a partir de 5 de Novembro, preço único: €8,00
Estrada de palha era o nome dado à parte mais perigosa do trajeto que os pastores transumantes tinham que percorrer anualmente em Portugal, no final do século XIX e início do século XX, em busca de pasto para os seus rebanhos. É também um belíssimo filme de Rodrigo Areias, com um tempo e um ambiente muito particulares, construído com a imaginação algures entre Guimarães e El Paso.
Foi com grande alegria que nos perdemos horas, dias, semanas, dentro das imagens e narrativa deste "Estrada de Palha". Foi com grande paixão que procurámos instrumentos estranhos e maravilhosos, como o Marxophone, o Violin-Uke e a Violin-Harp e os cruzámos com outros de uso mais tradicional, como a Guitarra elétrica e a Guitalele. A procura desta sonoridade (in)correta levou-nos, com alguma apreensão, a atos mais insensatos, como o uso de um berbequim para "abrir" o som de uma guitarra Dobro. Os temas foram gravados live, pelos dois, ao ritmo de cada uma das cenas do filme. Pareceu-nos o método mais eficaz para manter a tensão e intensidade necessárias. A combinação dos instrumentos raros e da composição partilhada, garantiu-nos uma sonoridade única, criada em exclusivo para este "Estrada de Palha".
Esperamos estar à altura das imagens e da narrativa. Esperamos que sintam a urgência e o prazer postos em cada uma das notas desta banda sonora.(Legendary Tigerman e Rita Redshoes)

MÚSICA/ POESIA:

16 de Novembro
sexta às 22h00.
Auditório da Casa das Artes

"UMA GUITARRA E DEZ CANÇÕES"
com Vânia Fernandes (voz), António Côrte-Real (guitarra) e Pedro Giestas (leitura)
pré-venda e reserva de bilhetes a partir de 12 de Novembro, preço único: €5,00
O espetáculo "Uma Guitarra e Dez Canções de Amor" é um concerto para celebrar o amor nas suas múltiplas vertentes, juntando em palco, Vânia Fernandes, voz, e António Côrte-Real (UHF) na guitarra.
Homenageando os grandes temas do cancioneiro português que abordam o amor nos seus diversos caminhos, este espetáculo tem também momentos poéticos que são interpretados pelo ator Pedro Giestas, num reconhecimento aos grandes poemas e poetas portugueses, nesta caso homenageando também os poetas de Arcos de Valdevez. Um concerto único, com um conceito próprio e culturalmente abrangente.

OUTRAS ATIVIDADES/ BALLET:

17 de Novembro
sábado às 22h00
Auditório da Casa das Artes

ESCOLA DE BALLET DE PONTE DA BARCA
Entrada gratuita
O palco da Casa das Artes recebe, mais uma vez, um espetáculo de apresentação da Escola de Ballet da C.M. de Ponte da Barca, incluindo as suas várias classes, compostas por elementos de diversas idades.

MÚSICA/ POP ROCK:

24 de Novembro
sábado às 22h00
Auditório da Casa das Artes

MIGUEL ANGELO AO VIVO
pré-venda e reserva de bilhetes a partir de 24 de Novembro, preço único: €10,00
Miguel Angelo inicia a sua carreira a solo em 2012, depois do final anunciado da carreira dos Delfins em 2009. É também o mote para o regresso aos palcos, lugar de eleição ao longo de toda a sua carreira. Com edição em inícios de Outubro, começa nesse mesmo mês a apresentação das novas canções lado a lado com os êxitos de sempre. Até Abril de 2013 Miguel Angelo percorrerá o país numa digressão de teatros e auditórios.
"Precioso" é o primeiro single extraído do álbum, já em alta rotação nas rádios portuguesas. Com vídeo realizado por Paulo Prazeres, conta com a participação de atores do Teatro Experimental de Cascais, da atriz Vânia Naia (A Barraca), do grupo The Poppers, de elementos d'Os Lábios e de alguns amigos que ilustram uma história que continua…
Com uma superbanda a acompanhá-lo - Rui Fadigas no baixo, Mário Andrade na guitarra elétrica, Rogério Correia na guitarra de 12 cordas, Samuel Palitos na bateria e Dalila Marques no violino - Miguel Angelo criou um espetáculo onde os refrões são mote de um cantar que espante os tempos conturbados que estamos a passar.
Da entrega ao intimismo, o novo espetáculo de Miguel Angelo ganha classe com a idade e intensidade com a experiência. Afinal são melodias para as nossas vidas. E há de novo um navio que parte….

EXPOSIÇÃO DE DESENHO E PINTURA

8 de Novembro de 2012 a 6 de Janeiro de 2013
Foyer do Auditório da Casa das Artes

ALVES DA SILVA

CINEMA

4
Domingo às 22h00
DESAFIO TOTAL
Acção, Aventura, Ficção Científica - M/12
Realização: Len Wiseman
Intérpretes: Colin Farrell, Kate Beckinsale, Jessica Biel, Bryan Cranston, Bill Nighy

11
Domingo às 22h00
TERAPIA A DOIS
Comédia, Drama, Romance - M/12
Realização: David Frankel
Intérpretes: Meryl Streep, Tommy Lee Jones, Steve Carell, Elisabeth Shue, Mimi Rogers

18
Domingo às 22h00
ATÉ QUE O FIM DO MUNDO NOS SEPARE
Comédia, Drama, Romance - M/12
Realização: Lorene Scafaria
Intérpretes: Brad Morris, Steve Carell, Nancy Carell, Keira, Knightley, Adam Brody, William L. Petersen, Martin Sheen

25
Domingo às 22h00
SELVAGENS
Crime, Drama, Thriller - M/16
Realização: Oliver Stone
Intérpretes: Blake Lively, Taylor Kitsch, Aaron Johnson, Benicio Del Toro, John Travolta, Salma Hayek, Emile Hirsch, Mía Maestro


Edições C@2000
Do Coura se fez luz. Hidroeletricidade, iluminação pública e política no Alto Minho (1906-1960)"
Autor: Paulo Torres Bento
Edição: C@2000/Afrontamento
Apoiado pela Fundação EDP

Da Monarquia à República no Concelho de Caminha
Crónica Política (1906 - 1913)

Autor: Paulo Torres Bento
Edição: C@2000


O Estado Novo e outros sonetos políticos satíricos do poeta caminhense Júlio Baptista (1882 - 1961)

Organização e estudo biográfico do autor por Paulo Torres Bento
Edição: C@2000


Rota dos Lagares de Azeite do Rio Âncora

Autor: Joaquim Vasconcelos
Edição: C@2000


Memórias da Serra d'Arga
Autor: Domingos Cerejeira
Edição: C@2000